Holympo - Largos Lyrics



Largos Lyrics - Holympo

Rosas não caem se eu nunca as colher
Vou deixá-las lá
Prosas não leem se eu nunca as escolher
Vou saber cantar
Dizer-te com a voz e com o verso, a sós eu converso
Tento dizer quem sou
A nós eu confesso que em nós eu tropeço
Sempre me quis ver avô

Mas juro que um dia
Vou merecer o teu amor
Mais puro que a ria
Na nascente ao pôr do sol
Frio que me ataca sem eu ver
Sinto um arrepio se eu puder
Ver-te um dia e dizer que esta vez
Eu vou fazer por te merecer

Então dá-me a mão
Baby não me largues
Eu vejo a confusão
Que tens nos teus olhares
Eu vou dar-te a certeza
Que a vida é uma surpresa
Então se te vendares
Animo os teus olhares

Então não me largues
Eu vou dar-te a certeza

Então baby não me largues
Baby não me largues
Então baby não me largues
Baby não me largues
Então baby não me largues
Baby não me largues
Então baby não me largues
Baby não me largues
Então baby não me deixes
Baby não me deixes, baby não me largues
Então baby não me beijes
Baby não me deixes, baby não me largues
Eu vou dar-te a certeza
Que o mundo é uma surpresa
Então se me deixares
Baby não me largues